• 22
    jan
    2012
  • Postado por
  • Postado em
    Mensagens
  • Discussão
    Nenhum comentário em Minimamente Feliz

Minimamente Feliz

A felicidade, ao contrário do que nos ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.
Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em conta-gotas.
Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar.
São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.
Eu contabilizo tudo de bom que me aparece, sou adepto da felicidade homeopática.
Tenho consciência de que são momentos de felicidade e vivo cada segundo.
Alguns crescem esperando a felicidade com maiúsculas e na primeira pessoa do plural: Dá pra ser feliz no singular: Podemos viver momentos ótimos mesmo não estando acompanhados e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.
E faz parte da minha ‘dieta de felicidade’ o uso moderadíssimo da palavra ‘quando’.
Aquela história de ‘quando eu ganhar na Mega Sena’, quando eu tiver um emprego fabuloso’. Tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje.

Leila Ferreira

Faça um comentário

Sempre Alegria - © 2014. Todos os direitos reservados.
by Anna Rebello