ACONCHEGO DE PAZ


Aconchego de Paz
© Ir. Zuleides M. de Andrade, ASCJ

A paz que você tanto almeja faz morada em seu coração e anseia por fazer-se sentir em seus relacionamentos consigo mesmo, com o mundo e com Deus.

Acalente a paz! Vez por outra, distancie-se de fontes de barulho e mergulhe no silêncio. Ouça Deus que fala no esplendor da Criação, no âmago de seu coração e lhe faz o convite: “Venha a um lugar deserto…” Acalente a paz ouvindo os sons da natureza ou estilos de músicas que acalmam, relaxam e harmonizam.

Alimente a Paz! Considere suas leituras, diversões, o uso que faz dos meios eletrônicos e questione o que disso resulta para seu sistema nervoso, seu modo de pensar, sentir e agir. Alimente a paz fazendo escolhas inteligentes. Que tanto seu corpo quanto sua mente e espírito tenham alimento e tratamento saudáveis.

Repense a Paz! Mostre compreensão para consigo e para com quem lhe causa alguma ofensa ou agressão. Espere que se acalmem as tormentas, e que não afetem suas reações.
Experimente ler nas entrelinhas, olhar os acontecimentos com os olhos de Deus, ir além das aparências, devolver recados amorosos, lembrando Cristo que disse: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”.

Acorde a Paz! Avalie seu envolvimento em tantas atividades e ofereça mais tempo para ouvir o que seus familiares, amigos, vizinhos e colegas têm a dizer. Há preciosidades no passado, tesouros de família que fazem parte de sua história e, cujo resgate, podem dar novo sentido à sua vida. Lembre-se: Você faz parte de um todo, interage com muitas pessoas, mas as mais próximas são as que têm a possibilidade de ajudá-lo.

Reconsidere a Paz! Experimente encontrar tempo e jeito de aproximar-se dos atarefados, cansados e nervosos; oferecer companhia de silenciosa espera, lembrando o Mestre que disse: “Vinde a mim, vós que estais cansados e sobrecarregados… aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”. Saboreie a prosa e a poesia, os serões na varanda, o jantar à luz de velas, passeios ao luar, artesanato, histórias, canções e brincadeiras.

Faça um comentário

Sempre Alegria - © 2014. Todos os direitos reservados.
by Anna Rebello