• 04
    fev
    2009
  • Postado por
  • Postado em
    Carnaval, Destaque
  • Discussão
    1 Comentário

A história do carnaval

carnaval-alegre

Para quem não sabe o carnaval é uma festa que se realiza há já muitas centenas de anos, os historiadores dizem que provavelmente originou-se na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C. como adoração aos Deuses.
Estes chegavam a inseriram bebidas e práticas sexuais na festa tornando-a intolerável aos olhos da Igreja (grandes malucos e ainda dizem que a nossa geração é que está perdida! hehe ;op). Como no Carnaval o canto e dança aos olhos cristãos eram actos pecaminosos, esta foi adoptada pela Igreja Católica, tornando-a numa cerimónia oficial e formal, sem festa, o que foi do desagrado do povo. O período do Carnaval era marcado pelo “adeus à carne” ou “carne nada vale” dando origem ao termo “Carnaval”.
Só em 1545 o Carnaval voltou a ser uma festa popular. As cidades de Paris e Veneza foram os grandes modelos exportadores da festa carnavalesca, principalmente para o Rio de Janeiro, no Brasil, que hoje é um dos carnavais mais famosos e comemorados do mundo.
Em Portugal existe uma grande tradição no Carnaval, nomeadamente na Ilha da Madeira, pelas influências do Brasil, também se destacam as festas de Ovar e Torres Vedras.
O carnaval chegou ao Brasil em meados do século XVII, o qual foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em alguns países como a França, o carnaval acontecia em forma de desfiles urbanos, ou seja, os carnavalescos usavam máscaras e fantasias.
Embora outros personagens serem de origem européia, foram incorporados ao carnaval brasileiro como, por exemplo: Rei momo, pierrô, colombina, etc.
Os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos cortejos de automóveis (corsos). Mas se tornaram mais populares no começo do século XX. As pessoas decoravam seus carros, se fantasiavam e em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades, dando origem assim aos carros alegóricos.
O carnaval tornou-se cada vez mais popular no século XX, e teve um crescimento considerável neste período, que ocorreu devido às marchinhas carnavalescas (músicas que faziam o carnaval mais animado). A primeira escola de samba foi criada no dia 12 de agosto de 1928, no Rio de Janeiro e chamava-se “Deixa Falar”.
Anos depois a escola mudou seu nome para Estácio de Sá. A partir deste momento o carnaval de rua começa a ganhar um novo formato. Com isso, no rio de Janeiro e São Paulo, começam a surgir novas escolas de samba. Organizadas em Ligas de Escolas de Samba, iniciam os primeiros campeonatos para constatar qual escola de samba era a mais bela e animada.
A região nordeste permaneceu com as tradições originais do carnaval de rua como, por exemplo: Recife. Já na Bahia, o carnaval de rua conta com a participação dos trios elétricos, embalados por músicas dançantes, em especial pelo axé.

1 Faça seu comentário

  • Didi Tenório

    22/02/2009 at 22:17
    Muitas alegrias. Mas como repassar para os amigos. Obrigada. Didi Tenório Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Sempre Alegria - © 2014. Todos os direitos reservados.
by Anna Rebello