• 25
    nov
    2009
  • Postado por
  • Postado em
    Natal
  • Discussão
    Nenhum comentário em A árvore

A árvore

!cid_7A9B0F83B3014A698459D1B10522598F@SEDE!cid_C691D1AE71904EF0B8DAFF5FA022BEF1@SEDE

Também

José subiu à

Galiléia, da cidade de

Nazaré, à Judéia, à cidade

de Davi, chamada Belém,

porque era da casa e família de Davi,

para se alistar com a sua esposa Maria,

que estava grávida. Estando eles ali,

completaram-se os dias dela. E deu à luz

seu filho primogênito e, envolvendo-o em faixas,

reclinou-o num presépio; porque não havia lugar

para eles na hospedaria. Havia nos arredores uns pastores

que vigiavam e guardavam o seu rebanho nos campos durante

as vigílias da noite. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória

do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor.

O anjo disse-lhes: “Não temais,  eis que vos anuncio uma boa nova

que será alegria para todo o povo: Hoje vos nasceu na cidade

de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal:

“Achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura”.

E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: “Glória a Deus no mais alto do céu e na terra paz aos homens de boa vontade.” Depois que os anjos os deixaram e voltaram para o céu, falaram os pastores uns aos outros: “Vamos até Belém e vejamos o que se realizou e o que o Senhor nos manifestou”. Foram com grande pressa e acharam Maria e José, e o menino deitado numa manjedoura. Vendo-o contaram o que se lhes havia dito a respeito deste menino. Todos os que os ouviam admiravam-se das coisas que se lhes contavam os pastores. Maria conservada todas essas palavras meditando-as em seu coração.

(Lucas 2, 4-19)

Ir Zuleides Andrade

Faça um comentário

Sempre Alegria - © 2014. Todos os direitos reservados.
by Anna Rebello